Guia Minha Saúde Especial (Tireoide)

Guia Minha Saúde Especial (Tireoide)

Sinopse

A tireoide é uma das glândulas mais importantes do nosso corpo, pois é responsável por produzir os hormônios tiroidianos T3 e T4, que atuam em todos os sistemas do organismo. Não à toa, seu pleno funcionamento é essencial para ter saúde, visto que o contrário pode ocasionar males em outros órgãos e levar à morte. Entre os problemas mais comuns relacionados à tireoide estão os famosos hipotireoidismo e hipertireoidismo, disfunções causadas pela falta ou excesso dos hormônios T3 e T4 no corpo humano. Essas doenças se manifestam de forma diferentes em homens e mulheres, e nas diferentes fases da vida. O problema, porém, é que os sintomas podem surgir de forma leve, sem causar preocupação, mas resultar em uma epidemia de doentes. Para se ter ideia, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia estima que 60% da população brasileira tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida. Em contrapartida, a boa notícia é que, embora os números sejam alarmantes, o diagnóstico da PREFÁCIO SILÊNCIO doença é simples e pode ser feito com exames clínicos, permitindo o tratamento adequado e o controle da patologia. Sendo assim, estar de olho na saúde é essencial para reconhecer a manifestação da doença e procurar ajuda médica antes do aparecimento de males mais graves. Nas páginas a seguir, entenda o funcionamento da tireoide e quais são os principais distúrbios relacionados a ela. Conheça também os tipos de tratamentos usados pelas medicinas ortodoxa e alternativa. Por fim, como prevenir sempre será o melhor remédio, relacionamos alimentos e hábitos de vida que ajudam a reduzir a probabilidade de desenvolver as enfermidades da tireoide. Assim, após ler esta publicação, permita-se um check-up e mudança de estilo de vida para que se tenha uma rotina mais saudável e livre de doenças. Boa leitura! A DOENÇA QUE AGE EM Aviso: esta publicação reúne conteúdo com caráter informativo, baseado em dados fornecidos por consultores e profissionais. Antes de adotar qualquer medida, consulte seu médico.